Tempo em Família

Contagem dos novos uniformes

Eu já estava com a mente cansada. Passar a noite contando uniformes não fez bem à minha coluna, mas dormir no chão do Núcleo levou o desconforto a outro patamar. Devia terminar aquela planilha de estoque a tempo. Em 40 minutos chegaria o carro.

O tempo corria, Thales e Guilherme separavam a nova leva de uniformes que iria para Ipanema e eu exercitava a minha retidão montando a planilha. É incrível como coisas tão simples podem nos tirar do eixo em situações de Vida-Kung Fu.

Meu Si Fu, Mestre Julio Camacho, Thales Guimarães e meu Si Gung, Grão-mestre Leo Imamura.
Thales, que fez tanta diferença naquele dia, é um dos melhores exemplos de discípulos que conheço. Passou dois anos estudando dos EUA, mas jamais o vi perder a sintonia.

O trânsito não era agradável, mas, já no carro com Si Fu e Si Mo, eu me sentia bem e agradecido por ele. Foi bom ter aquele tempo a mais. Falávamos de séries. Estavam empolgados com uma chamada This Is Us. Si Fu me explicou como a série o atraía, não por ser uma grande história, mas pela direção e montagem. Poucas vezes me senti tão relaxado na presença deles. Seguíamos para o Colóquio em Ipanema.

O Núcleo Ipanema, que junto ao Núcleo Barra compõe a casa da Família Moy Jo Lei Ou, dispôs uma organização muito aconhegante. Comer pizza e conversar sobre os temas mais variados com Si Fu é uma das atividades mais agradáveis para se fazer em família. Essa é a configuração do Colóquio.

Cláudio Teixeira, Diretor do Núcleo Ipanema, Si Fu, Si Mo, a Sra. Márcia Moura, observados por mim.
Agradeço ao Ismael pela foto! Me arrependo apenas por não ter registrado a viagem de carro com Si Fu e Si Mo.

Colóquio vem do Latim colloquium, formado por com-, “junto”, e loqui, “falar”. Como explicou Si Fu, difere de Solilóquio, formado por solus, “só”, e loqui, “falar”.

Gostaria de adicionar que também difere de Vanilóquio, formado por vanus, “vazio”. Certamente é por isso que me sinto tão bem com Si Fu e toda a Família Kung Fu. Não gosto e tenho pouca paciência, na verdade, para conversas vazias. Na base das relações Kung Fu há uma intenção de conexão humana a cada ação.

Minha Si Mo, Si Hing Carlos Antunes, sua esposa, Luciana Castro, e filha, Alice. Sem arrependimentos por ter registrado uma visita tão ilustre!

O retorno para deixar Si Fu em casa foi tão bom quanto a ida. Aprecio cada vez mais esses momentos. Noto que eu tinha muito mais dificuldades quando comecei a praticar Ving Tsun, quando meus desafios eram muito menores. Acredito que essa habilidade de conexão humana faz tudo mais fácil. Não é vã a frase tão repetida pelo meu mestre, Sigamos Juntos! Se apenas praticarmos isso, a vida fica muito mais leve.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s