Integrated Meetings

Integrated Meetings

11753670_10200796872039539_4040798766783404510_n.jpg
Center: Master Julio Camacho. From left to right: Pedro Ivo, Carlos Antunes, Thiago Pereira, Thiago Silva and me, André Almeida

Two years ago we were establishing the Moy Yat Ving Tsun Integrated Management in the Barra Branch, under the leadership of my Si Fu, Master Julio Camacho. At that moment, we’re still using a portuguese name, since we didn’t imagine the internationalization coming. This black and white photo, by my Si Hing Thiago Pereira marks his birth, July 16, 2015. We were two branches at the time, at Barra and Méier neighborhoods. Each one under the management of a Director and a Adjunct Director, in addition to the environment coordinators. The proposal was a rotatory directory, where many disciples would have their chance to contribute. Barra Branch has had three directors since that day.

In that first moment the meetings between us were weekly. It took 15, 20 or 30 minutes, something like that. Always on Thursday mornings, on the breakfast. Quite different from the hours meetings I was used to.

unnamed (2).jpg
Room where we established MYVTMI-Integrated Management. 

In our Family-Kung Fu Development Logic is more present than Model Logic. So it sounded a little strange to me the our meetings were so short. We timed, like 4 minutes for the opening, 7 minutes for each director, etc. I found the model a bit inflexible, but soon I’d integrated the logic.

The truth is: at that time I didn’t know much of my Si Fu’s Kung Fu. It was remarkable for me when he told that we cannot have prejudices. That we should recognize the benefits of the American Modeling way of doing things, when the chinese culture, basis of our Martial Art, were so opposite to it. And so he came up with the new proposal of weekly meetings, with weekly goals.

Today we hold daily meetings online. In those two years I tried to take the benefits of Model Logic, which bothered me so much at 2015. And I think deep down, I realize we’d never abandoned the Development Logic. We changed direction three times in Barra Branch, and we’re already moving to the third different address. I have seen so many management formats that I just can’t account. And I learned that the Kung Fu of our family is this, to adjust to each new moment. And great adjustments are coming ahead, since in addition to our present branches in Ipanema, Meier and Barra, at Brasil, we’ll open our doors in Angola, South Africa and the USA, very soon.

Captura de Tela 2017-11-20 às 08.03.46
At today meeting: Master Julio Camacho, Iuri Alvarenga, Claudio Teixeira and me.

 

Reuniões Integradas

11753670_10200796872039539_4040798766783404510_n.jpg
Sentado: Mestre Julio Camacho. Em pé, a partir da esquerda: Pedro Ivo, Carlos Antunes, Thiago Pereira, Thiago Silva e minha pessoa, André Almeida.

 

Há dois anos começamos a Moy Yat Ving Tsun Gestão Integrada no Núcleo Barra, sob a liderança de meu Si Fu, Mestre Júlio Camacho. Hoje, com nossa internacionalização a chamamos MYVTMI-Integrated Management. Essa foto em preto e branco, edição de meu Si Hing Thiago Pereira marca o seu nascimento, 16 de Julho de 2015. Éramos dois núcleo na época, Barra e Méier. Cada um sob a gestão de um Diretor e um Diretor Adjunto, além dos coordenadores de ambientes. A proposta era de a direção ser rotativa, e o Núcleo Barra já teve três diretores desde esse dia.

Nesse primeiro momento as reuniões entre nós eram semanais. Duravam 15, 20 ou 30 minutos, algo assim. Sempre nas quintas pela manhã, junto ao café. Bem diferente das reuniões de horas as quais eu estava costumado.

unnamed (2).jpg
Sala onde começamos a MYVTMI-Integrated Management

Na nossa Família-Kung Fu a lógica de desenvolvimento é mais presente que a lógica de modelo. Sendo assim, me soava um pouco estranho reuniões tão pequenas. Marcávamos o tempo, como 4 minutos para abertura, 7 minutos para cada diretor, etc. Achei o modelo  meio engessado, mas logo aderi.

A verdade é que naquela época eu não conhecia muito do Kung Fu de meu Si Fu. Foi marcante quando ele me disse que não podemos ter preconceitos. Que deveríamos reconhecer os benefícios do jeito modelar americano de fazer as coisas. E por isso ele surgia com a nova proposta de reuniões semanais, com metas semanais. Hoje fazemos reuniões diárias online. Nesses dois anos tentei tirar os benefícios da lógica de modelo, que me incomodava tanto. E acho que, no fundo, nunca saímos da lógica de desenvolvimento. Mudamos de direção três vezes no Núcleo Barra, e já estamos mudando para o terceiro endereço diferente. Vi tantos controles e formatos de gestão que perco a conta. Aprendi que o Kung Fu de nossa família é isso, ajustar a cada novo momento. E grandes ajustes vem pela frente, já que além de hoje sermos Núcleos em Ipanema, Meier e Barra, abriremos nossas portas em Angola, África do Sul e EUA em breve.

Captura de Tela 2017-11-20 às 08.03.46
Reunião de hoje pela manhã: Si Fu, Iuri Alvarenga, Cláudio Teixeira e eu.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s